top of page
Buscar

Peyronie



O problema é caracterizado por uma anomalia do pênis, provocando dor, deformidade, dificuldade de erétil e penetração durante o ato sexual.

O problema acomete cerca de 10% dos homens, segundo o que informa a literatura médica, porém, a prevalência pode variar de 0,5% a 20,3% na população.

As taxas podem ser ainda maiores em pacientes que apresentam problemas de disfunção erétil e diabetes.


É muito comum encontrar homens com esse problema?

Geralmente em homens acima dos 40 anos, que apresentam o distúrbio no início da curvatura do pênis, acompanhado de dor leve a moderada. Vale lembrar que, no passado, a doença foi considerada rara, mas, atualmente, atinge cerca de 10% da população masculina no Brasil.


Quais são os principais sintomas?

A Doença de Peyronie costuma se manifestar por meio de fibrose no pênis, provocando deformidades no órgão, dor, tortuosidade e diminuição do pênis.


Geralmente, a ereção é ainda firme o suficiente para ter relações sexuais, mas a curvatura do pênis pode impedir a penetração ou fazê-la de forma dificultosa para a paciente.

Quais são as causas?


Alguns fatores podem influenciar o aparecimento do problema, entre eles, a ocorrência de micro traumas e fraturas no pênis em posição ereta, doenças metabólicas, auto-imunes e fibromatosas.


Tem como evitá-la?

Esta é uma doença que não tem caráter hereditário e não apresenta formas de prevenção.

Tratamento adequado – procure nossos serviços para saber melhor.

Comments


bottom of page